Vereador de Porangatu suspeito de concussão é afastado das funções após representação da Dercap

Policiais civis da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap) diligenciaram até a cidade de Porangatu, no norte do Estado, no dia 25 de abril, para dar cumprimento à decisão judicial de afastamento das funções públicas do vereador Valmir Martins Ribeiro, conhecido como Valmir “Du Couro”.

Ele é alvo de investigação da especializada por suspeita de crime de concussão – quando o funcionário público se aproveita do cargo para exigir vantagem indevida direta ou indireta, e deverá ficar afastado de suas funções públicas pelo prazo de 90 dias, sob pena de ter decretada sua prisão preventiva em caso de descumprimento.

De acordo com o já apurado na investigação, ele teria exigido por mais de um ano – entre 2016 e 2018 – parte dos salários de uma funcionária que teria sido indicada por ele para ocupar cargo comissionado no Ciretran de Porangatu, sob pena de exonerá-la. Entre os elementos apresentados pela servidora, estão conversas de celular, nas quais o vereador cobra o dinheiro; e comprovantes de depósito para o parlamentar.

Segundo o delegado de polícia Rhaniel Almeida, que coordenou as investigações, a medida cautelar foi pleiteada junto ao Poder Judiciário para evitar que o parlamentar cometa novos crimes contra a Administração Pública ou se utilize de sua posição política para obstruir as investigações. As informações são da Polícia Civil.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.