Três suspeitos são presos por matar jovem por engano em hospital

Três suspeitos de participar da morte do jovem Gabriel Minossi, 19 anos, atingido por disparos por engano em um hospital de São Leopoldo, em Porto Alegre (RS), no dia 9 de novembro, foram presos na manhã desta sexta-feira (16). O delegado responsável pelo caso, Alexandre Quintão, diz que um homem ainda é procurado.

Os presos foram localizados na Vila Brás, em São Leopoldo. Eles têm 22, 21 e 18 anos. “Os três admitiram participação no crime, mas não quiseram declarar nada formalmente”, diz o delegado.

Gabriel Minossi estava em um quarto do hospital, onde se recuperava de um acidente de trânsito, quando foi morto a tiros. Além da vítima, outras duas pessoas ficaram feridas pelos disparos.

Durante a madrugada, quatro homens teriam chegado ao hospital atrás de um outro paciente, de 28 anos, que tinha sido baleado no dia 7 na Vila Brás, na mesma cidade. Câmeras de segurança registraram a ação.

Segundo o hospital, o alvo dos criminosos teve alta no dia 9, às 16h30, por vontade própria. Ele cumpre pena por homicídio, havia progredido do regime fechado para o semiaberto e deveria ter se apresentado para colocar tornozeleira eletrônica. Alex Tubiana é considerado foragido.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.