TRE diz que Kajuru publicou Fake News. Centro de Diabéticos não é obra do vereador

Vereador caiadista mentiu ao afirmar que construiu Centro Estadual de Atenção ao Diabetes, afirma juiz eleitoral ao derrubar pílula de vereador; obra foi feita pelo governador Zé Eliton, reconhece magistrado

“Kajuru extrapola os limites da informação, manipula notícias, falseia a verdade e prejudica a formação de escolhas conscientes pelos cidadãos”, afirma o juiz

O vereador Jorge Kajuru, candidato a senador pela chapa de Ronaldo Caiado (DEM), tem mais uma fake news para chamar de sua. O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) determinou nesta terça-feira (4/9) a imediata retirada do ar de pílula e trecho de programa de televisão e rádio em que o vereador afirma que construiu o Centro Estadual de Atenção ao Diabetes (Cead). É fake news, disse o juiz eleitoral José Proto de Oliveira em sua decisão, reconhecendo que a obra é do governador Zé Eliton (PSDB), candidato à reeleição.

“É certo que a mensagem veiculada extrapola os limites da informação, ao manipular notícias que são de interesse da sociedade, falseando a verdade, prejudicando a formação de escolhas conscientes pelos cidadãos”, sentencia o juiz. “Determino a Jorge Kajuru Reis da Costa Nasser que se abstenha de incluir em sua propaganda eleitoral a afirmação de que realizou ‘a primeira obra física de um vereador na história do Brasil’ quanto ao Centro Estadual de Atenção ao Diabetes”, afirma o magistrado, estabelecendo multa diária de R$ 5 mil para em caso de descumprimento da decisão.

O pedido de liminar foi apresentado pela Coligação Goiás Avança Mais e o TRE acolheu os argumentos segundo os quais “o trecho da propaganda eleitoral, a expressão ‘a primeira obra física de um vereador na história do Brasil, o centro diabético de Goiás’ propalada pelo representado, em suas inserções, é manifestamente inverídica” e que “o Cead é uma extensão do Ambulatório de Medicina Avançada (AMA), que integra a estrutura administrativa do Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), e não foi realizada pelo representado quando exerceu o cargo de vereador de Goiânia”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.