Tragédia de Brumadinho: pai anuncia morte de filha médica

A médica Marcelle Porto Cangussu, de 35 anos, é a primeira vítima identificada do rompimento da barragem da Vale na cidade de Brumadinho (MG). Ela trabalhava na mineradora desde 2015. Os rejeitos da barragem da Mina do Córrego do Feijão atingiram nesta sexta-feira a área administrativa da empresa.

 

Por meio das redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte de Marcelle. “Comunico o falecimento de minha filhinha Marcelle. Na tragédia de Brumadinho”, escreveu Rimarque Cangussu, pai da médica, no Facebook.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.