Sérgio Moro pretende ampliar e reforçar estrutura do Coaf

De acordo com reportagem do Estadão, o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, e sua equipe pretendem reforçar a estrutura do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), principal órgão fiscalizador dessa área no Brasil, e tornar mais ágil o repasse de dados às instituições de investigação.

Atualmente com 20 anos de existência e vinculado ao Ministério da Fazenda, o Coaf ficará em 2019 sob a responsabilidade do ex-juiz da Lava Jato no Paraná. Moro indicou o auditor e chefe da área de investigação da Receita Federal em Curitiba, Roberto Leonel, para comandar o órgão a partir de 01 de janeiro.

A proposta de mudança do Coaf prevê a ampliação do quadro de funcionários – hoje com 37 pessoas – além de investimento em tecnologia. Um dos objetivos da reestruturação é que o órgão atue de forma mais “proativa e ágil”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.