Secretaria Municipal de Educação e Cultura da Prefeitura de Trindade contesta falsas informações contidas em nota do Sintego Regional, enumera realizações no sentido de valorizar os profissionais que atuam no setor, construir, ampliar e modernizar unidades de ensino e garantir materiais escolares gratuitos para alunos. Veja a íntegra do comunicado

A propósito de moção de repúdio divulgada na terça-feira (13/08) pela diretoria executiva do Sintego Regional de Trindade, a secretaria municipal de Educação e Cultura vem, de público, esclarecer o que se segue:

1. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura considera injustas e extemporâneas as críticas contidas na moção de repúdio do Sintego Regional que, na absoluta falta de bandeiras locais para fundamentar sua atuação, utiliza-se de falsas informações a respeito da atuação da Prefeitura de Trindade no setor educacional.

2. Desde o primeiro ano da gestão do prefeito Jânio Darrot todos os professores do Município recebem o piso nacional da categoria, atualizado ano a ano. A valorização, naturalmente, inclui os colaboradores administrativos. Recentemente, foi aprovada a lei que visa reajustar o salário dos monitores e funcionários administrativos. Um importante projeto de capacitação e qualificação de todos os profissionais, há muito implementado, apresenta resultados promissores. Trindade eleva a cada ano sua nota no Ideb, uma conquista que é resultado do empenho e dedicação de todos.

3. É absolutamente inverdade a informação de que a secretaria não cumpre o plano municipal de Educação. Pelo contrário. Coloca em prática suas diretrizes e avança nas políticas públicas voltadas para o ensino de qualidade. No início da primeira gestão do prefeito Jânio Darrot, Trindade tinha 7 mil alunos matriculados na rede. Hoje, já são 13,5 mil, praticamente o dobro em relação àquele período. Somente este ano estão sendo disponibilizadas mais 500 vagas com a construção de novas salas de aula. A prefeitura construiu cinco Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e mais quatro estão com obras em andamento. Todas as unidades, incluindo as escolas, foram ampliadas e modernizadas. Os alunos têm acesso gratuito a material escolar de elevado padrão. Recentemente, foram investidos quase R$ 3 milhões na renovação dos kits escolares, uniformes e mobiliários, bem como cerca de R$ 2 milhões na compra de 12 ônibus para o transporte escolar.

4. A nota de repúdio do Sintego Regional visa, tão somente, tumultuar o ambiente de trabalho nas unidades educacionais de Trindade. Movimentos de paralisação neste setor não servem ao propósito democrático. Representam, isso sim, uma afronta ao direito à educação. Nossas crianças precisam ir à escola, onde contam com aprendizado de qualidade, alimentação balanceada e cuidados essenciais. Os pais, por sua vez, precisam trabalhar para garantir o sustento dos lares.

5. Não se pode, jamais, aceitar que crianças sejam utilizadas para finalidades de cunho classista ou partidário, para que alguns atinjam determinados objetivos. A Prefeitura de Trindade não abre mão de, todos os dias, trabalhar em dobro em prol da educação de qualidade que abre as portas do futuro e que se constitui no único instrumento realmente capaz de mudar a sociedade brasileira e o mundo.

Secretaria Municipal de Educação e Cultura




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.