Saiba como é o Game que pode ter influenciado o massacre de Suzano

Game PUBG é apontado como inspirador dos atiradores da escola de Suzano

O massacre que aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), na Escola Estadual Raul Brasil, localizada na cidade de Suzano, interior de São Paulo, chocou o Brasil e o mundo. Os dois atiradores identificados como Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, ex-alunos da escola, teriam planejado o ataque por aproximadamente um ano, segundo informou o portal de notícias ‘UOL”. São várias hipóteses sobre as possíveis motivações sobre o ataque, entre elas o bullying e games violentos, como por exemplo, o jogo conhecido como ‘PUBG’; saiba mais.

‘PUBG’ conheça o jogo apontado como a inspiração dos atiradores da escola de Suzano (SP)

Assim como em outros casos de ataques em escolas pelo Brasil e pelo mundo, o uso excessivo do vídeo game pelos jovens sempre é questionado e desta vez não foi diferente, principalmente porque os dois assassinos usaram armas que estão disponibilizadas em um jogo conhecido como ‘PUBG’, que possui milhares e milhares de jogadores em todo o mundo.

 

 

PUBG é a sigla para PlayerUnknown’s Battlegrounds, o jogo de tiro que é a maior sensação da atualidade e é um fenômeno no mundo inteiro. Após 20 dias do seu lançamento, 3 milhões de jogadores já estavam online, entre os fãs famosos deste game está Neymar, conforme informou o site da Red Bull.

O jogo traz o conceito de um Battle Royale, onde diversas pessoas entram num vasto campo de batalha, desarmados e sem mantimentos, e terão que buscar itens e armas para batalhar em uma cenário onde apenas um sairá vivo e declarado vencedor.

 

O jogo disponibiliza várias armas, entre elas podemos destacar pistolas, metralhadoras, facas, machados, bestas, etc. A roupa dos jogadores também lembram vestimentas militares e o uso de máscaras como a de caveira que um dos atiradores de Suzano usava. Conheça as armas usadas no ‘PUBG’ clicando aqui.

 

 

A influência dos games na vida dos jovens é bastante questionada principalmente diante deste ataque que tem semelhanças com o jogo descrito acima, vestimenta, armas e planejamento. O vice presidente da República Mourão disse, de acordo com informações do jornal Correio Braziliense, que vê garotos ‘viciados em videogames violentos’:

“Temos que entender o porquê de isso estar acontecendo. Essas coisas não aconteciam no Brasil. Vemos essa garotada viciada em videogames violentos (…). Tenho netos e os vejo muitas vezes mergulhados nisso aí”, afirmou General Hamilton Mourão, vice-presidente da República.

Fonte: O Dia Notícia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.