Presos dois membros de organização criminosa envolvidos em roubo de cargas

Operação integrada da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) conseguiu retirar de circulação integrantes de uma organização criminosa envolvidos em roubos de cargas em Goiás, prendendo em flagrante delito, na manhã do último sábado (15), no Posto da PRF de Hidrolândia, Sandro Souza da Silva e Tiago Andrade de Souza.

Em poder deles fora apreendido um veículo roubado com as placas clonadas além de um aparelho supressor de sinais de telecomunicação conhecido como “jammer”.

Os envolvidos estavam em um veículo GM/Ônix, cor prata, quando foram abordados às 7h10 na rodovia. O condutor não obedeceu à ordem de parada e fugiu. A equipe de policiais, após acompanhamento, encontrou o veículo abandonado a cerca de mil metros após o Posto da PRF. Os ocupantes haviam se embreado numa mata.

O veículo GM/Ônix foi encaminhado para o Posto da PRF e, ao ser vistoriado, constatou-se que pelo número do chassi que sua placa verdadeira é outra. E que o carro havia sido roubado em Novo Gama no dia 8 de maio deste ano.

Nesse intervalo, os policiais da PRF e da Decar conseguiram, por volta das 11h, abordar um veículo VW/Gol conduzido por Sandro Souza da Silva e tendo como passageiro Tiago Andrade de Souza, vulto “Tiago Seis Dedos”. Eles foram parados no posto da PRF no Parque Ecológico, em Goiânia. Ambos têm várias passagens por roubos de cargas em Goiás e no Distrito Federal.

Diante desses fatos, uma equipe de policiais da PRF de Hidrolândia e outra da Decar retornaram ao local onde o GM/Ônix havia sido abandonado e, adentrando nas imediações da área da Fazenda Santa Luzia, situada às margens da rodovia, conseguiu encontrar uma mochila contendo um equipamento Jammer, habitualmente utilizado por organizações/associações criminosas em crimes envolvendo roubos de cargas, já que interrompe o sinal de rastreadores e outros dispositivos de comunicação.

Foram constatadas, a princípio, ocorrência dos crimes de adulteração de sinal identificador de veículo automotor, receptação e ainda posse ilegal de aparelho de prejudica/interrompe telecomunicações. Os demais integrantes da organização já foram identificados. As informações são da Polícia Civil.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.