Presidente Bolsonaro retira o dreno, volta a comer e está bem

presidente Jair Bolsonaro (PSL), internado há 12 dias no hospital Albert Einstein, em São Paulo, teve melhora do quadro geral e intestinal que permitiu a retirada do dreno que mantinha no abdômen e a sonda que recolhia líquido acumulado em seu estômago. De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, os antibióticos ministrados estão combatendo bem a pneumonia detectada em exames na quinta-feira. O presidente se recupera de uma cirurgia feita no dia 28 de janeiro para reconectar o intestino após o atentado a faca que sofreu. Ele comemorou, via Twitter, ter voltado a comer alimentos sólidos: “Nas últimas horas, tive o prazer de voltar a comer. Ontem pela noite um caldo de carne e hoje uma boa gelatina. Estou feliz, apesar de não ser aquele pão com leite condensado”, brincou.

Bolsonaro segue sem previsão de alta –a primeira estimativa é que ele deixasse o hospital na quarta-feira, ou seja, em dez dias. Nesta sexta, segundo o porta-voz, Bolsonaro conversou por telefone com o vice-presidente, Hamilton Mourão. A assessoria da Presidência também divulgou uma foto na qual o presidente se reúne com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República, Jorge Oliveira.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.