PP se posiciona quanto ao caminho que deve seguir nas eleições em Goiás

Para  onde vai o PP na eleição em Goiás? Está é a principal pergunta no mundo político goiano.

Em conversa com um interlocutor do ministro Alexandre Baldy no inicio da tarde  deste sábado, ele revelou o posicionamento do PP no momento: O PP ainda pode permanecer na base aliada, desde que o partido tenha a vaga de vice e uma suplência para o senado, caso contrário o partido vai buscar outro caminho que pode ser o MDB ou até o DEM.
O interlocutor revelou que apoio ao MDB poderia parece o caminho natural, mas se for preterido pela base aliada, as lideranças do partido entendem que a aliança com o MDB poderia fortalecer a base aliada,  que estaria o preterindo,   desta forma, poderia virar o jogo e apoiar o DEM, onde teria espaço de vice e até mesmo uma vaga ao senado.
Os deputados federais Roberto Balestra e Heuler Cruvinel estão colocando os seus nomes a disposição para ser vice em qualquer uma das chapas. O Ministro  Alexandre Baldy desejar indicar a suplência para o senado e Vanderlan deseja uma vaga para o senado. “Fazer aliança com o MDB seria colocar o partido como boi de piranha para a base aliada. O PP quer disputar a eleição pra ganhar, sabemos o tamanho do nosso partido e nossos deputados federais tem apoio de mais de 80 prefeitos. Se ficarmos na base aliada, 90% dos prefeitos vão permanecer conosco, se sairmos da base aliada a maioria vai continuar apoiando nossos deputados  porque eles tem serviços prestados aos municípios que representam. Se fomos preteridos  pela base aliada, vamos jogar o jogo politico de acordo como ele deve ser jogado”. Afirma o interlocutor.
 Diante deste quadro Alexandre Baldy aguarda as definições para anunciar o posicionamento do partido.
Com Quatro deputados federais, Roberto Balestra, Heuler Cruvinel, Sandes Júnior e o próprio ministro Alexandre Baldy, o partido tem um considerável tempo de TV e ainda outros dois fortes candidatos a deputados federais Adriano Avelar e Professor Alcides, além do ex-prefeito de senador Canedo, Vanderlan Cardoso que está bem colocado nas pesquisas para o senado.
“Só não ficamos na  base aliada se não tivermos o espaço correspondente ao tamanho do partido. Entendemos que todos os partidos são importantes mas o PP sabe exatamente o tamanho que tem em Goiás”. Finaliza o interlocutor do Ministro Alexandre Baldy



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.