Policia prende homens que faziam apologia ao nazismo

A investigação tem relação com cartazes de apologia ao nazismo e preconceito

A Polícia Civil de Blumenau (SC) cumpriu na manhã desta terça-feira (5) mandados de busca e apreensão pela Operação “Hateless” (que significa ódio, odiado),  em três cidade do Vale do Itajaí. De acordo com o delegado que coordena a ação, da 2ª Delegacia de Polícia de Blumenau, Lucas Gomes de Almeida, foram apreendidos vários materiais de apologia ao nazismo, revistas e imagens de Adolf Hitler.

Um dos envolvidos, segundo o delegado, teria uma tatuagem da suástica nazista. A investigação tem relação com cartazes de apologia ao nazismo e preconceito colados em março e outubro deste ano na cidade. Todos os envolvidos teriam participado das ações.

Dois homens, um de 20 anos e outro de 28 anos, de Blumenau, e uma mulher de 18 anos, de Indaial, também do Vale do Itajaí, tiveram a condução coercitiva cumprida durante a manhã desta terça. A operação ocorre simultaneamente em Blumenau, Indaial e Itajaí.

Até o momento, segundo informações preliminares, além dos três que foram conduzidos à delegacia, outros cinco mandados já foram cumpridos.

Em setembro deste ano, o  advogado Marco Antonio André, morador de Blumenau se deparou com um cartaz colado na porta de casa e outro em um poste da rua onde vive, no bairro Ponta Aguda. Os cartazes, com símbolos de um grupo supremacista norte-americano, faziam uma ameaça por ele ser negro e praticante do candomblé. Diante da situação, Marco Antonio publicou um desabafo nas redes sociais, que viralizou com mais de 1,4 mil compartilhamentos em menos de 24h.

Após o ocorrido, o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, determinou rigor na apuração e identificação dos autores de cartazes racistas e de intolerância religiosa vistos em Blumenau. Grubba também determinou que a equipe de videomonitoramento da SSP fizesse uma busca minuciosa nas imagens captadas pelas câmeras instaladas nos locais onde os cartazes foram colados.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.