PM lança operação férias nas rodovias

A Polícia Militar de Goiás, por meio do Comando de Policiamento Rodoviário (CPR) lança amanhã, 6 de julho, às 8:30h, no Posto Rodoviário Estadual (PRE) da GO 020, km 15, a ‘Operação Férias 2016’, que objetiva reduzir o número de acidentes nas rodovias goianas, além de atuar de forma preventiva e repressiva.

Durante a Operação, serão empregadas 85 viaturas, 20 motocicletas, radares estáticos e os chamados OCR’s, popularmente conhecidos como blitz inteligente, que constata se o veículo possui restrição de furto/roubo, além de medir excesso de velocidade e detectar placas frias ou clonadas, bem como IPVA e seguro obrigatório que estão atrasados.

Segundo o comandante do CPR, Coronel Vitor Hugo, será adotada algumas estratégias para reduzir os ilícitos nos mais de 20 mil quilômetros de rodovias, em especial os acidentes de trânsito. “Aumentaremos em 1/3 o número de policiais nos PREs, iremos também intensificar os 10 principais trechos entre cidades turísticas com maiores índices de acidentes. Ressaltamos ainda que a tolerância será zero aos motoristas que associarem o consumo de álcool à direção”, frisa o Coronel Vitor Hugo.

Operação Farol Acesso

Simultaneamente, o CPR, a Agência Goiana de Transporte e Obras (AGETOP) e o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (DETRAN) irão lançar a Operação Farol Acesso, que visa orientar os motoristas sobre a mudança no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que torna obrigatório o uso dos faróis, inclusive durante o dia, nas rodovias.

Esta orientação antecederá a fiscalização que começa efetivamente a partir da próxima sexta-feira, 8. O descumprimento desta Lei será considerado infração média, com multa de R$ 85,13 e 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O valor subirá em novembro deste ano, assim como o de outras multas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.