PGR reitera posição contrária à prisão domiciliar de João de Deus

A procuradora-geral da República, Raque Dodge, manifestou, neste sábado (05), posição contrária ao pedido liminar de prisão domiciliar humanitária apresentado pela defesa de João de Deus. O médium foi preso após denúncias de abuso sexual de mulheres na cidade de Abadiânia, no interior de Goiás.

De acordo com o Estadão, Dodge reiterou a manutenção de prisão preventiva do médium em resposta à solicitação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Tofolli, pedindo um parecer após a defesa alegar fragilidades na saúde de João de Deus.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.