PF prende italianos suspeitos de trabalhar para máfia

A Polícia Federal realizou nesta segunda-feira (8) a operação Barão Invisível prendeu dois italianos suspeitos de trabalhar para a máfia italiana na América do Sul. Os dois mandados de prisão para fins de extradição foram cumpridos no litoral paulista após autorização do Supremo Tribunal Federal.

De acordo com a PF, o grupo mafioso controlaria 40% dos envios de cocaína no mundo, sendo o principal esquema criminoso importador para a Europa. Um dos presos é condenado por tráfico e associação para tráfico de drogas na Itália. Já o filho dele, o segundo preso, ocupava três apartamentos na cobertura de prédio de alto padrão, no litoral paulista, com sofisticado sistema de vigilância. Eles estavam foragidos desde 2014.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.