Paraná Pesquisas mostra o desgoverno Caiado! De quem é a culpa?

Luiz Gama

Quem é que está afundando o governo Ronaldo Caiado?

Por que o governo de Ronaldo Caiado tem a pior aprovação de um início de governo em Goiás, desde a primeira gestão de Marconi Perillo que se iniciou em 1999? O que está por trás de uma gestão cujo titular foi eleito com cerca de 60% dos votos, e em menos de 120 dias já queimou quase 50% daquilo que comumente é chamado de capital político? Quais são os principais erros do governo e do governador Ronaldo Caiado neste início?

São perguntas que um governante atento faria a si mesmo e a seus principais auxiliares. O que parece não ser o caso do atual inquilino do Palácio das Esmeraldas, o prédio símbolo do poder em Goiás. Ou será que nem ele, governador, ou nem mesmo alguns dos seus considerados “melhores” auxiliares, sabem identificar o menor motivo por tão grande fracasso em início de gestão?

A realidade do fracasso do governo Caiado

Pesquisa realizada pelo Paraná Pesquisas, divulgada na última sexta-feira (26) pelo Jornal Opção, mostra que o governo de Ronaldo Caiado é aprovado por apenas 36% dos eleitores goianos. De acordo com o levantamento, apenas 6,6% consideram ótima a gestão de Caiado e boa ficou em 29,4%. 35% dos goianos apontaram a gestão de Ronaldo Caiado como regular, 25,7 disseram que é ruim e péssima. 6,7 não opinaram.

Segundo o Ibope e o Datafolha, os dois principais institutos de pesquisa no país, os índices ótimo e bom são os definidores da aprovação dos governantes. Caiado, assim, só tem a aprovação de pouco mais de 1/3 dos eleitores, depois de ganhar com as eleições no primeiro turno com quase 60% dos votos. O índice de aprovação de Caiado é o mais baixo no início de gestão desde a primeira gestão de Marconi Perillo, iniciada em 1999.

Quem está afundando o governo de Ronaldo Caiado?

Estão muito claros os motivos pelos quais a gestão de Ronaldo Caiado está naufragando mesmo estando no seu início. Conheço um velho ditado que é do tempo do zagaia: “tudo que é mal começado é mal acabado.” Se este ditado prevalecer em Goiás, coitada da população goiana que neste caso ainda terá muito o que sofrer com esta gestão. Mas, de quem é a culpa pelo fracasso de Ronaldo Caiado como governador de Goiás? É muito simples! O governo Caiado fracassa porque Ronaldo Caiado sabota Ronaldo Caiado.

É isso mesmo! Existem dois Ronaldos Caiado completamente diferentes um do outro. Um é o Caiado que venceu a eleição de 2018. O outro é o Caiado histórico que surgiu como um líder ruralista, cuja imagem forjada na truculência acabou levando-o a vários mandatos como deputado federal e depois a um mandato de senador, que foi um presente pessoal do prefeito de Goiânia, Iris Rezende Machado e seu então PMDB. Esse Caiado parlamentar se acostumou a levar vantagem em tudo na base do grito, da bravata, da arrogância e da incoerência. Quem é que nunca viu ou ouviu esse mesmo Caiado resumir um debate, no qual estava perdendo feio, com a frase “vamos resolver isso lá fora”?

Já o Caiado que venceu as eleições em 2018 foi aquele do estilo quase paz e amor, em outros tempos dentro do próprio caiadismo esse mesmo Caiado seria chamado em praça de pública do covardão. Não foram poucos os mementos em que Daniel Vilela (MDB) provocou, enquadrou e deixou Caiado em maus lençóis durante muitos debates na eleição passada. Todavia, ninguém ouviu a frase “fale isso lá fora”. O Caiado da eleição era outro homem, era outro personagem que soube muito bem se aproveitar do vácuo deixado por Demóstenes Torres no Congresso Nacional, e assim tomou o espaço de queridinho da mídia nacional, aquele que sempre era acionado quando se via a necessidade de bater no petismo tão desgastado com tantos escândalos e líderes presos.

O Caiado da eleição aceitava tudo. Também não foram poucos os desaforos que ele teve que levar para casa e calado. Aí está a raiz do grande problema do atual governo de Goiás. O governo Caiado se pauta pelo improviso. Tudo neste governo é improvisado. Comunicação, economia, gestão, infraestrutura, tudo é improviso no governo Caiado. O improviso geral nesta administração não deixa dúvida. O Caiado que venceu a eleição não é o Caiado que governa Goiás. O Caiado da eleição é boicotado pelo Caiado real, pelo Caiado do caiadismo. Caiado boicota Caiado e quem paga o pato é o povo goiano.

Viciado em retrovisor

Assim que se iniciou o governo Caiado a primeira coisa que se percebeu foi que o governador era outro homem. Aquela imagem de político sério, respeitoso e republicano desapareceu. Até aquela relação respeitosa com o então governador José Eliton (PSDB) e sua equipe durante o período de transição desapareceu. E quem reaparece? Ele mesmo! O Caiado de quase sempre! O homem grosso, inábil, arrogante, cruel e o que é ainda pior: o homem do sorriso mais cínico do mundo. Até mesmo em situações nas quais se exige a seriedade total por parte do governante, Caiado não tem deixado de usar um sorriso completamente inoportuno.

Tudo que o governador passa a fazer é olhar para trás e atacar os governos anteriores. Quem o ouve e não conhece a história de Goiás chega a pensar que o estado está começando agora. Que ninguém nunca fez nada de importante ou que tivesse relevância em qualquer área em qualquer tempo nesta terra. Caiado só olha para o retrovisor! Caiado está patinando no governo porque não sabe governar. Não sabe governar ou não quer governar até destruir toda a história e reputação do ex-governador Marconi Perillo, do qual o governador atual se comporta como tendo ódio cego e mortal. E a cada dia, ao cruzar com uma obra grandiosa de Marconi em Goiás, ao verificar uma grande realização de Marconi, uma grande conquista do povo goiano via governos do PSDB em Goiás, o ódio de Caiado a Marconi parece aumentar mais. Caiado só pensa naquilo! Destruir Marconi Perillo. Destruir, acabar, enterrar e não importa como. Haja maldade em uma só pessoa!

Enquanto não olhar para a frente, Ronaldo Caiado não tem a menor chance de deslanchar como governante. Foi olhando para trás que seu governo foi montado. Sua equipe lotada de forasteiros tem a cara da incompetência. É como se alguém de Goiás que fosse indicado para algumas posições chaves no governo, pudessem ter algo a ver com Marconi Perillo e por isso mesmo o melhor seria buscar lá fora, mesmo que fosse na “baixa da égua”. E parece mesmo que muitos desses forasteiros vieram da “baixa da égua”. É só bobagem em cima de bobagem o que se vê em algumas pastas. Isso tudo para não falar rigorosamente nada sobre a “familiocracia” que tomou conta do atual governo. O Diário Oficial de Goiás está abarrotado do sobrenome Caiado a cada nova edição.

O Apache Ronaldo Caiado

Os números ridículos do Paraná Pesquisas que mostram uma aprovação de apenas 36% dos goianos em menos de 120 dias de governo é mais que um recado ao governador. É uma ordem direta do povo a Ronaldo Caiado. Para quem sabe ler, um pingo é uma carta completa. O que os goianos estão ordenando, ao reprovar este governo, é simplesmente vá trabalhar, governador! Vá fazer aquilo que nós goianos queremos que o governador faça que é resolver os problemas do nosso estado, e pare de ser como um deslumbrado que nunca viu o poder de perto.

Ronaldo Caiado precisa parar de se comportar como os índios Apache contra o homem branco no velho Oeste americano. Caiado precisa parar de andar em círculo achando que no centro está o seu inimigo a ser destruído. Ao invés de andar em círculo como um imbecil Apache, Caiado precisa mesmo é fazer uma grande viajem ao centro do seu ego. Quem sabe aí ele consiga destruir um pouco da sua egolatria, da sua arrogância e do seu cinismo. Sem isso é bem provável que a população de Goiás tenha um governador de verdade. Um governador que não seja governado pelo seu ódio, que não seja governado pela vaidade e prepotência de sua esposa, que não seja governado pela empáfia de uma filha ou pela revanche de quem quer que seja. O sr. que tem caído muito do lombo da mula, sabe que a recuperação é muito lenta e dolorida. Pare de tratar o estado de Goiás como se fosse uma de suas mulas, até porque um coice dessa “mula” chamada Goiás pode ser fatal politicamente. Faça isso, governador! Faça isso por amor aos goianos! Ou do contrário, o sr. e o seu governo continuarão como estão até agora: andando do nada ao lugar nenhum!

 

Luiz Gama é radialista, jornalista, mercadólogo, docente universitário e editor geral dos sites Canal Gama e Goiás Urgente




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.