Pai coloca filha no carro e ateia fogo após vencer a mãe na justiça

A mãe havia entrado na justiça para restringir o acesso do pai a filha, mas perdeu a ação

Uma mãe desabafou após sua filha de três anos ter sido morta pelo pai. O pai Martin Pereira, colocou a filha dentro de um carro, trancou o veículo e ateou fogo nele. O terrível caso ocorreu na última segunda-feira (07/05) em Nova Iorque nos Estados Unidos.

Cherone Coleman desabafou sobre a perda de sua pequena e deu detalhes sobre a batalha judicial em que ela e o ex-marido estavam envolvidos pela guarda da pequena Zoey. Ela revelou que tinha entrado na justiça para restringir as visitas do pai à filha, justamente porque ele estava ficando cada vez mais violento. “Mesmo assim, eu achava que ele iria me machucar, nunca pensei que fosse capaz de machucar nossa filha”, disse Cherone em entrevista ao The New York Daily News.

Infelizmente, Cherone perdeu a ação. Por isso, o pai pode ficar alguns finais de semana com a filha com a autorização da justiça. No segundo final de semana com a filha, o pai cometeu este crime. “Eu devia ter desobedecido a ordem de juiz e ficado com a minha filha. Eu iria para a cadeia, mas ela ainda estaria viva”, desabafou Cherone indignada.

Pouco antes de cometer o terrível crime, o pai ligou para Cherone. “Momentos antes dele queimar minha filha ele ligou dizendo as coisas mais loucas. Eu não consegui entender muitas delas, mas eu me lembro dele dizer: ‘Eu tenho sua atenção agora v***? Eu tenho sua atenção agora v***? Você nunca mais vai ver sua filha’”, relatou ela.

Os bombeiros chegaram ao local em que o veículo estava pegando fogo. Eles chegaram a retirar a criança, mas ela já estava sem vida. A polícia encontrou o pai próximo ao local do crime e agora ele está preso e aguardando julgamento. “Minha filha era perfeita. Ela era muito amável, estava sempre sorrindo. Ela era minha única filha e eu não posso ter mais filhos”, desabafou Cherone. (Texto de Bruna Romanini)

 

Fonte: R7




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.