Padrasto é suspeito de agredir e matar bebê em Santa Rita do Araguaia

Uma bebê, de 1 ano e 3 meses, teria sido morta depois de agressões físicas do padrasto na noite de sexta-feira (19), em Santa Rita do Araguaia, município do Sudoeste de Goiás. Gabriel Felizardo Silva, de 21 anos, contou para a companheira que a filha dela tinha caído da cama e quando a vítima foi levada para o hospital municipal, os médicos desconfiaram da origem dos ferimentos. A criança apresentava lesões graves, que pareciam sinais de maus-tratos, o que levou a Polícia Militar (PM) a investigar o caso. A menina foi transferida para uma unidade de saúde em Rondonópolis, cidade localizada no Mato Grosso, mas não resistiu aos ferimentos. Gabriel Felizardo confessou aos policiais ter bebido e se irritado com o choro da bebê que não queria dormir, por isso a agrediu com socos. Ele foi preso em flagrante por tortura e homicídio qualificado.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.