Miss desenvolve câncer de pele por causa de unhas postiças

Em entrevista à Fox News, Karolina Jasko, Miss Illinois 2018, contou que estava com uma linha vertical preta embaixo da unha, mas demorou para perceber, pois sempre usou unhas postiças de acrílico. Em consulta ao médico, ela foi diagnosticada com câncer de pele.

Durante o procedimento para colocar unhas de acrílico é usada uma luz UVA através de um aparelho para que a cola seja secada, fixando as unhas postiças nas verdadeiras. Esse método é bastante usado também para alongar unhas roídas ou quando são frágeis e se quebram com facilidade.

Os raios ultravioletas são prejudiciais à saúde, ou seja, sempre que a pele é exposta aos raios UVA, a chance de desenvolver câncer de pele aumenta. “A radiação ultravioleta é responsável pelo câncer de pele, porém para chegar ao desenvolvimento do problema, é necessária muita exposição à luz. Caso contrário, é algo mais raro, mas de qualquer maneira não podemos considerar algo insignificante”, explica a dermatologista Narjara Montefusco, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

De acordo com a entrevista da Fox News, o médico revelou que esses raios provocaram o melanoma abaixo da unha do dedão de Karolina, justamente pelo excesso com que ela ia à manicure para colocar unhas de acrílico. “Ao ter a unha postiça colada em cima da matiz e leito ungueal, há um abafamento nas unhas naturais. Com isso, pode haver um estímulo muito maior na proliferação de bactérias e fungos na região”, esclarece Narjara.

É de extrema importância não exagerar na técnica de alongamento das unhas. Além disso, a dermatologista Narjara Montefusco informa que “algumas pessoas acabam sofrendo com alergias e coceiras nas áreas por conta dos materiais utilizados, como por exemplo, a cola”.

Dessa forma, os especialistas aconselham a utilização de protetor solar nas mãos antes de realizar o método. Apesar dos aparelhos transmitirem pouco radiação, com o tempo os danos causados pelos raios ultravioletas aumentam.

O que é melanoma?

O melanoma é tumor maligno originário dos melanócitos (células que produzem pigmento) e ocorre em partes como pele, olhos, orelhas, trato gastrointestinal, membranas mucosas e genitais. Um dos tumores mais perigosos, o melanoma tem a capacidade de invadir qualquer órgão, criando metástases, inclusive no cérebro e coração.

Fonte: R7




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.