Lula inicia retorno à carceragem da PF em Curitiba após velório do neto

ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou por volta das 13h deste sábado (2) o cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, onde se despediu do neto Arthur Araújo Lula da Silva.

Arthur morreu nesta sexta-feira (1º) por complicações decorrentes de uma meningite meningocócica.

Lula permaneceu no local por quase 2 horas e não falou com os mais de 100 militantes que se reuniram no cemitério. Os apoiadores do petista foram avisados com antecedência de que ele foi liberado para acompanhar o funeral sob a condição de não se pronunciar em um local aberto.

Agora, o petista inicia a viagem de volta a Curitiba, onde cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro, por causa do tríplex de Guarujá, na carceragem da PF (Polícia Federal).

Pouco antes das 13h, os agentes federais que fazem a escolta de Lula formaram uma fila para proteger o ex-presidente dos manifestantes, que se agitaram com a movimentação.

Lula foi embora acompanhado por carros da polícia e do Batalhão de Choque. Ao sair, acenou e foi aplaudido pela multidão.

Autorização da Justiça

O ex-presidente foi autorizado ainda na sexta-feira pela Justiça Federal a acompanhar o velório de Arthur.

Lula saiu da carceragem da PF às 7h e foi levado, num helicóptero da Polícia Civil paranaense, até o aeroporto do Bacacheri. De lá, saiu transportado em uma aeronave do governo do Paraná até Congonhas, na zona sul de São Paulo.

Em seguida, um helicóptero Águia da PM (Polícia Militar) conduziu o petista até um heliponto da Volkswagen do Brasil, no km 23,5 da Rodovia Anchieta, de onde Lula foi levado de carro até o velório.

Fonte: R7




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.