Justiça bloqueia premiação do Vila Nova na Copa do Brasil para pagar a Saneago

Premiação da Copa do Brasil é milionário e tem chamado a atenção de credores

O Vila Nova Futebol Clube é um clube de futebol chamado de “time de massa”. Isso em função do clube ter uma das maiores torcidas do Brasil. É muito comum o Vila Nova lotar estádios de futebol, principalmente em jogos decisivos. Em 2019 o Vila Nova está vivendo um momento importante na Copa do Brasil, competição nacional que se tornou a mais charmosa do futebol brasileiro principalmente por sua premiação em dinheiro que se transformou na maior do país. O campeão da Copa da Brasil vai faturar R$ 50 milhões só de premiação por parte da CBF.

Por ter passado por duas fases da Copa do Brasil de 2019 o Vila Nova já conquistou cerca de R$ 2,8 milhões. Mas, como historicamente as coisas para o Vila Nova são sempre um pouco mais difíceis, surgiu uma notícia ruim na questão financeira colorada. O juiz de direito Marcelo Lopes de Jesus, DA 22ª Vara Cível de Goiânia, solicitou a penhora de R$ 138.330,43 junto a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para pagamento de uma dívida antiga, do ano de 1991, com a Saneago, empresa de água e saneamento de Goiás. No despacho de ontem, dia 1º de Março de 2019, o juiz destacou: “Oficie-se à CBF a fim que proceda com o depósito em conta vinculada a estes autos do valor de R$ 138.330,43 referente aos valores que serão recebidos pelo executado (Vila Nova FC) por aquela instituição”.

A defesa do Vila Nova informa que vai tentar uma negociação com a justiça e com a Saneago para o parcelamento da dívida.

Ao fazer uma busca pública processual no Tribunal de Justiça de Goiás é possível encontrar o processo 0058527.77 da 22ª Vara Cível de Goiânia onde a Saneago processa o Vila Nova e cuja causa tem um valor de R$ 492.914,53.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.