Juíza nega prisão domiciliar à João de Deus

A juíza Rosangela Rodrigues, da Comarca de Abadiânia, negou nesta quinta-feira (08), um pedido da defesa de João de Deus para que ele fique em prisão domiciliar. De acordo com a magistrada, não há evidencias de agravamento do quadro clinico do médium e falta de tratamento na penitenciária que justifique a transferência dele para casa. Portanto, o médium deve continuar preso no Complexo Prisional, em Aparecida de Goiânia, onde está desde dezembro do ano passado. Vale lembrar que ontem (07) o Tribunal de Justiça de Goiás informou que todas as audiências de João de Deus ocorridas em 12 de julho deverão ser refeitas por conta de problemas com os áudios gravados. Ainda não há data prevista para este depoimento. João de Deus responde a 11 ações na justiça. Nove delas são por crimes sexuais e duas por porte ilegal de armas. Ele sempre negou os crimes.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.