Homem executado em ambulância já havia sofrido tentativa de homicídio

Três dias antes de ser executado com tiros de fuzil dentro de uma ambulância, perto de um hospital na Zona Oeste do Rio, na madrugada deste domingo, Mikael Barboza da Cruz havia sofrido uma tentativa de homicídio.

Segundo revela o jornal Extra, Mikael deu entrada no Hospital municipal Albert Schweitzer, em Realengo, na quinta-feira (1º). Ele estava ferido a tiros e disse que foi vitima de uma tentativa de assalto. A polícia não divulgou detalhes do caso para não prejudicar as investigações sobre a morte.

Na madrugada deste domingo, a ambulância em que Mikael estava foi interceptada por um Honda City, na Rua Guarulhos, e quatro homens portando fuzis ordenaram que o motorista saísse da ambulância. Os bandidos então dispararam, atingindo Mikael que estava deitado em uma maca. Ele morreu na hora.

A publicação refere que a vítima já teria sido investigada pela polícia por crimes de formação de quadrilha, extorsão e homicídio.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.