Herdeiro da OAS passa mal durante interrogatório na Lava Jato

O herdeiro da construtora OAS, César Mata Pires Filho, passou mal durante interrogatório, ontem (8), em ação penal a respeito de supostas fraudes e propinas de R$ 67,2 milhões na construção da Torre de Pituba, sede da Petrobras em Salvador. De acordo com o Estadão, somente um dos três interrogatórios previstos para ontem foi realizado. O empreiteiro seria o segundo na lista. Após o ocorrido, os demais depoimentos foram suspensos. Pires se sentiu mal durante depoimento e foi levado para um hospital. Ele é um dos 8 executivos da empreiteira que são acusados na ação. Segundo o Ministério Público Federal do Paraná, as contratações fraudulentas e pagamentos de vantagens indevidas no esquema se estendeu de 2009 a 2016.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.