Greve de caminhoneiros chega a 10º dia, mas perde força

A greve geral dos caminhoneiros chega ao 10º dia nesta quarta-feira (30), mas dá sinais de que está perdendo força. Muitos caminhoneiros voltaram ao trabalho e os postos de gasolina e mercados começaram a receber combustível e alimentos. A greve, porém, está mantida. Apesar do governo de Michel Temer acatar a maioria das reivindicações da categoria e anunciar dois acordos, alguns integrantes do movimento pedem a renúncia do presidente, a intervenção militar e impedem que mais caminhoneiros voltem o trabalho. Eles alegam que as medidas do governo são “injustas”, pois quem arcará com os custos será a sociedade. Alguns chegam a ameaçar e a agredir os colegas que furam os bloqueios.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.