Governo nega mais arrocho por acordo com caminhoneiros

O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, reafirmou hoje (7) que o governo não cortará despesas efetivas para cumprir o acordo firmado com os caminhoneiros. No fim de maio, o governo cancelou dotações orçamentárias de várias áreas para viabilizar os recursos para subsidiar o preço do óleo diesel.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.