Governo de Goiás entrega obras de R$ 5 milhões na Ceasa para melhorar e ampliar atendimento

Marconi Perillo - CEASA - Banco de Alimentos - Foto Mantovani Fernandes 03O governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton estiveram na manhã desta quinta-feira, dia 22, na Central de Abastecimento de Goiás – Ceasa – para uma série de inaugurações e lançamento de novos serviços que beneficiam os produtores e os consumidores. Na ocasião, Marconi e José Eliton entregaram o mais moderno galpão permanente, o GP-10 da entidade. As obras são no setor de infraestrutura, com novas oportunidades de negócios, gerando mais empregos e competitividade às empresas instaladas no entreposto, além de ampliar a capacidade de assistência social.

O prédio do novo galpão tem 2.808,00m² de área construída, dividido em 24 boxes de 102,30 m² cada um. A obra foi feita com recursos próprios da central no valor de R$ 2.019.836,23. O GP-10 foi construído visando suprir a demanda de novos operadores que pretendem iniciar ou ampliar as atividades dentro do centro atacadista.

O galpão abrigará empresas do setor atacadista de hortifrutigranjeiros. Os 24 concessionários vão gerar mais de 300 empregos diretos. Com a construção do GP-10, o número de empresas instaladas no entreposto chega a 180, sem contar os produtores da Pedra I, permissionários e pequenos comerciantes estabelecidos na Pedra II.

Durante a estada na Ceasa, o governador e o vice também inauguraram a ampliação do Banco de Alimentos da Ceasa/Uniap, que atende famílias e entidades filantrópicas cadastradas. São distribuídas, por mês, cerca de 90 toneladas de hortifrúti aos beneficiários. Em fevereiro foram atendidas 690 famílias e mais de 100 entidades. A obra do novo Banco de Alimentos foi construída com verba do Ministério do Desenvolvimento Social e do governo estadual.

O Banco de Alimentos da Ceasa/Uniap foi criado para diminuir o desperdício de alimentos e prestar assistência social às pessoas carentes. Os alimentos são doados pelos empresários e produtores rurais.

Também durante a visita, Marconi e José Eliton entregaram a ampliação da rede de fornecimento de energia da central. Com a entrada em operação da nova estação de medição e proteção, a disponibilidade de energia elétrica terá um acréscimo de 37%, passando de 1.395 kva para 1.912 kva. A obra foi realizada com recursos da Ceasa no valor de R$ 615.396,48.

Outra inauguração feita por eles foi o Espaço Fataeg, destinado à divulgação e à comercialização de produtos da Agricultura Familiar, por meio da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado de Goiás (Fetaeg), o que proporcionará o acesso aos hortifrúti produzidos pelos trabalhadores na agricultura de Goiás pela população.

Um novo sistema de combate a incêndio também esteve na pauta do governador. A obra atende ao cumprimento do termo de reconhecimento, responsabilidade e compromisso de ajustamento de conduta – TAC – firmado com o Ministério Público de Goiás. O projeto de implantação do sistema de combate a incêndio da Ceasa foi aprovado pelo Corpo de Bombeiros Militar. A obra, orçada em R$ 1.599.000,00, programada para ser concluída em cinco etapas, já teve 48% dos serviços realizados.

O sistema de combate a incêndio é um marco na proteção das ações dos empresários, trabalhadores e usuários, tornando a Central de Abastecimento ainda mais segura e competitiva. A Ceasa obteve, no último dia 29 de dezembro de 2017, o Certificado de Conformidade do Corpo de Bombeiros Militar.

Investimento

O governador Marconi Perillo destacou que as obras inauguradas na Ceasa alcançaram mais de R$ 5 milhões em investimentos. “Já estivemos aqui várias vezes para inaugurar benefícios. Com gestão eficiente e moderna, a Ceasa chega a seus objetivos, incluindo sua autosuficiência. “O Estado nem precisaria investir mais para que a Ceasa cumprisse o seu papel de organizar e regular o mercado de hortifrutigranjeiros no Estado”, declarou.

Marconi disse que, em suas gestões, a Ceasa impulsionou a organização de pequenos e médios produtores na região, cumprindo o seu papel de regular o mercado dos preços, da classificação e qualificação dos produtos ao consumidor. “Foi, de várias formas, importante em qualquer programa envolvendo segurança alimentar e alimentação de qualidade na mesa dos goianos”, salientou.

Anunciou que autorizou o início imediato das obras de reforma total da chamada “Pedra”, local onde centenas de produtores comercializam sua produção.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.