Fazendeiro é condenado a replantar mudas de árvores retiradas de forma ilegal em Goiás

Um fazendeiro da cidade de Goiandira foi condenado pela justiça a plantar 110 mudas de árvores em áreas de preservação ambiental e de nascentes. Isso porque ele mandou cortar 10 pés de aroeira da propriedade dele no mês de junho de 2009. A sentença dada pelo juiz Hugo Gutemberg Patiño de Oliveira também estabeleceu que o homem pague 15 mil reais a titulo de dano moral coletivo. O fazendeiro tem o prazo de seis meses para cumprir a decisão judicial. Em caso de não cumprimento, está prevista multa diária de 100 mil reais. Ele negou que tenha mandado cortar as árvores. No entanto, o magistrado disse que o fazendeiro não levou elementos suficientes que sustentassem a negativa. Uma denúncia do Ministério Público apontou que o objetivo do denunciado seria utilizar a madeira na construção de cercas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.