Família de Michael Jackson desenterra o cantor e toma decisão

Michael Jackson, que faleceu em 2009 após sofrer uma intoxicação aguda causada pelo uso excessivo de anestésico, foi exumado recentemente do cemitério onde estava enterrado, nos Estados Unidos.

De acordo com informações publicadas pelo portal Radar Online, a família do cantor tomou a decisão de cremar os restos mortais do rei do pop, como forma de atrapalhar uma investigação policial.

Michael, pra quem não sabe, está sendo acusado de abuso sexual por pelo menos 11 pessoas. Conforme revelou uma fonte, o artista estava prestes a ser desenterrado para a extração de uma amostra de DNA de seu corpo.

“Há pelo menos mais 11 vítimas de Michael Jackson que esperavam que suas histórias fossem provadas ao desenterrar seu corpo e examinar seus restos mortais e tirar amostras de DNA”, disse.

“Infelizmente, eles nunca terão a chance de trazer esta prova à luz. É uma pena, pois seus acusadores agora só têm suas histórias como prova e eles sabem que muitos fãs de Jackson nunca vão acreditar neles”, completou. As cinzas do músico, a propósito, foram transformadas em pingentes, os quais foram entregues aos filhos.

Fonte: RD1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.