EUA: templo satânico se junta a movimento LGBT contra padarias cristãs que não fazem bolo gay

Como a lei americana protege as religiões, esses empresários seriam obrigados a aceitarem o pedido

Várias padarias de donos cristãos estão enfrentando a fúria do movimento LGBT por se negarem a fazer bolos de casamento para pessoas do mesmo sexo. Agora o movimento gay ganhou apoio do Templo Satânico e juntos tentarão encontrar uma forma na lei para obrigar esses empresários a atenderem seus pedidos.

A campanha do Templo Satânico é pedir que os homossexuais façam pedidos de bolos satânicos para essas padarias. Como a lei americana protege as religiões, esses empresários seriam obrigados a aceitarem o pedido.

A ideia é de Lucien Greaves, fundador do templo satânico, ele chamou essa campanha de “SatanCakes. O principal objetivo, segundo ele, é induzir o Supremo Tribunal “a considerar a adição de orientação sexual como proteção de classe ou tirar a religião do status de classe protegida”.

“Se esses autoproclamados defensores da liberdade religiosa querem aproveitar seu privilégio religioso para negar o serviço aos casais do mesmo sexo, talvez gostem de fazer um bolo para Satanás”, afirmou Greaves ao Huffpost.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.