Estudante que matou professor em Goiás é apreendido em Novo Gama

O menor estava foragido e escondido em Pedregal onde foi encontrado pela polícia

O estudante, de 17 anos, que matou o professor Júlio Cesar Barroso de Sousa, de 41 anos, no Colégio Estadual Céu Azul, foi encontrado no Novo Gama, e será conduzido ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) do Céu Azul, em Valparaíso.

“Ele foi encontrado e apreendido no Pedregal, em Novo Gama. A Polícia Civil já tinha o mandado de busca e apreensão do menor, que agora será conduzido ao Ciops do Céu azul”, informou o delegado Rafael Abrão.

Relembrando o caso

Um professor do Colégio Estadual Céu Azul, localizado em Valparaíso (GO), morreu após ser baleado por um aluno dentro da unidade de ensino. O caso aconteceu por volta das 15h desta terça-feira (30/4), no município goiano localizado a 35km de Brasília. O servidor foi identificado como Júlio César Barroso de Sousa, de 41 anos, e também atuava na coordenação da instituição.

A direção da escola confirmou o caso. A Polícia Militar, o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram acionados. Apesar da atuação dos socorristas, Júlio não resistiu e morreu ainda no local.

De acordo com alunos do colégio que estavam em aula durante o atentado, ao menos três disparos foram efetuados pelo atirador. “Ele era aluno e foi expulso do colégio. Ele chegou a ameaçar o professor antes de matar ele”, contou um estudante, que terá a identidade preservada.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.