Esquerda não aceita ideia de que Bolsonaro é enviado de Deus, segundo afirma pastor estrangeiro

Pastor da África afirma que Bolsonaro diz que Bolsonaro foi escolhido por Deus para um novo tempo

A esquerda de modo geral está extremamente incomodada com o fato do presidente Jair Bolsonaro ter compartilhado um vídeo onde um pastor estrangeiro afirma que ele é um enviado de Deus.

Nascido no Congo, Steve Kunda mudou-se para França em 1989 com a família e é fundador da igreja evangélica francesa Orleans Gospel 45. O vídeo em que faz as declarações foi publicado no canal do YouTube da Rede Super de Televisão em 10 de abril. A emissora pertence à Igreja Batista da Lagoinha.

O comentarista da Rede Globo, Carlos Alberto Sardenberg, usou a rede CNB de rádio do grupo para criticar a postura de Jair Bolsonaro, de divulgar o vídeo em que o pastor diz que ele é um enviado de Deus. Sardenberg diz que nesta lógica quem está contra o presidente não é um adversário político, mas alguém que está se rebelando contra a vontade de Deus. “Situação está ficando muito perigosa”, avaliou.

Eu não moro aqui. Mas falo da parte de Deus. Vocês aceitando ou não, você seja de esquerda ou de direita, o senhor Jair Bolsonaro é o Ciro do Brasil. Deus o escolheu para 1 novo tempo, para uma nova temporada no Brasil. Não passe o seu tempo criticando. Juntem as forças e sustentem esse homem. Orem por ele, encorajem ele, não façam oposição, venham fazer proposição”, completa.

Esquerdistas não aceitam a ideia de que um político, uma pessoa pública possa ter sido influenciada, enviada ou dirigida por Deus. Para os cristãos verdadeiros isso é muito simples uma vez que a Bíblia diz que é Deus quem põe e tira os “reis”.

Veja o vídeo em que o pastor Steve Kunda afiram que Bolsonaro é enviado de Deus para o Brasil e para a América Latina!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.