Em Goiânia, mãe é suspeita de tentar asfixiar filha logo após o parto

Uma mulher de 32 anos é suspeita de tentar matar a filha logo após dar à luz em Goiânia. O Conselho Tutelar disse que a mãe arrastou a neném do banheiro para o quarto pelo cordão umbilical e tentou asfixiá-la em seguida.

A criança nasceu em casa, na última terça-feira (16). De acordo com o conselheiro tutelar Valdivino Silveira, a mulher percebeu que não tinha conseguido matar a filha e pediu ajuda para uma vizinha, que conseguiu levá-las até uma maternidade.

“Vamos pedir exames de corpo delito da neném e da mãe. Ela também deve passar por uma avaliação psiquiátrica para saber se estava em estágio puerperal. Também vamos ver a possibilidade de ouvi-la formalmente na delegacia, quando ela tiver alta médica, ou ainda no hospital”, contou a delegada.

Segundo o Conselho Tutelar, a mulher tem outros dois filhos, um de 14 anos e o outro de 3. O mais velho estava na casa de um vizinho quando tudo aconteceu, e o mais novo, segundo o conselheiro, na residência, mas não viu nada. O órgão deve avaliar a possibilidade de as crianças ficarem com o pai ou algum parente até que a mãe seja avaliada. Com informações do G1.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.