DPCA investiga caso de criança que teve cabeça queimada pelo pai em Formosa

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) deve começar a investigar, nesta segunda-feira (14), o caso de um menino de 4 anos que disse ter a cabeça queimada por um ferro de passar, em Formosa (GO). O pai do garoto é o principal suspeito de cometer o crime.

O caso foi descoberto na noite da última sexta-feira (11), após uma denúncia anônima. A Polícia Militar (PM) abordou o carro do homem e viu a criança com o ferimento na cabeça. Quando os PMs perguntaram o que havia acontecido o pai e a madrasta do menino disseram que ele tinha caído da cama, mas o garoto desmentiu.

Os PMs levaram o pai e a madrasta para a delegacia, mas o casal foi liberado porque o ferimento é antigo e não cabia flagrante. Já a criança foi levada pelo Conselho Tutelar e posteriormente entregue a avó paterna.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.