Criança morre após tiro acidental com espingarda do pai, em Goianira

João Vitor de 10 anos morreu na tarde de quinta-feira (04) ao ser baleado por um colega da mesma idade quando os dois brincavam com a arma do pai da criança, em Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia.

O disparo, segundo a Polícia Civil (PC), foi acidental. Para o G1, o delegado de Goianira, Bruno Costa e Silva, informou que as crianças estudam na mesma sala de aula, no 4° Ano. “Eles são da mesma sala, no 4º ano, e tinham estudado pela manhã. Moram perto no Parque Solimões e a vítima chamou o amigo para brincar, por volta das 14h40, quando aconteceu o acidente”, disse.

As crianças encontraram a espingarda, que é artesanal, no chão da cozinha, perto de um armário.

O delegado Bruno Costa e Silva, ainda disse ao G1 que o menino que atirou no João explicou que o amigo falou que a arma estava descarregada e por isso eles podiam brincar com ela. “Ele puxou o gatilho atingindo a vítima no tórax. Os dois correram para a rua pedindo ajuda”, contou Bruno.

Após o tiro, o Corpo de Bombeiros foi acionado pelo proprietário de um bar que viu o menino pedindo socorro em uma estrada de terra.

João estava sendo conduzido ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL) quando o coração dele parou de bater ainda na viatura, não respondendo às tentativas de reanimação dos socorristas.

João vivia com o pai e a madrasta na residência em que ocorreu a tragédia.

A delegacia vai instaurar um inquérito para investigar o pai pela posse ilegal de arma de fogo e também por homicídio culposo, “por conta do fácil acesso ao armamento.”

A criança que atirou no colega não vai ser investigada pois o delegado considera o tiro acidental, tendo em vista que o Estatuto da Criança e Adolescente prevê medidas de proteção para crianças que se envolvem em ações parecidas e devem ser encaminhadas ao atendimento psicólogo com acompanhamento do Conselho Tutelar.

João Vitor está sendo velado desde a madrugada em Goianira.

Fonte: Dia Online




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.