Corpo de adolescente morta por colegas em PE é velado

O corpo da adolescente Raíssa Sotero Rezende, 14 anos, assassinada por duas colegas na Praia de Maria Farinha, no Grande Recife, está sendo velado nesta quarta-feira (26), no Cemitério de Santo Amaro, na área central do Recife, Pernambuco.

Parentes e amigos da vítima foram ao local prestar as últimas homenagens a Raíssa. O sepultamento ocorrerá nesta tarde.

Parentes e amigos de Raíssa bastante emocionados na despedida da estudante. A mãe de Raíssa desmaiou durante o velório.

“Ela não merecia morrer dessa forma. Tudo que eu espero agora é que a justiça seja feita”, afirmou uma das colegas de Raíssa.

As adolescentes que torturaram e assassinaram Raíssa Sotero estão apreendidas na Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) desde o final da noite da terça-feira (25) e aguardam decisão da Justiça.

Relembre o caso

As duas adolescentes foram apreendidas em flagrante na manhã da terça-feira (25) depois de torturarem, esfaquearem, espancarem e afogarem uma colega na Praia do Pontal de Maria Farinha, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O assassinato foi todo filmado e o vídeo, de teor muito forte, circulou e repercutiu pelas redes sociais.

A vítima, Raíssa Sotero Rezende, de 14 anos, aparece ensanguentada na beira da praia nas imagens. Raíssa vestia a farda da Rede Pública de Ensino do Recife e chegou a ser retirada do local para ser socorrida, após uma pessoa testemunhar o crime, mas já estava sem vida.

A testemunha aparece no fim da gravação e começa a gritar com as suspeitas, questionando se foram elas que fizeram aquilo. Pouco antes de o vídeo ser encerrado, a pessoa que presenciou a cena diz que as responsáveis não vão sair do local e pede para que outras pessoas chamem a polícia.

Fonte: OP9




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.