Com pedido de liminar, Sinpol cobra pagamento e se mostra decepcionado com Caiado

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (Sinpol) entrou com uma ação, na sexta-feira, 11, com pedido de liminar, para exigir o pagamento do salário de dezembro dos servidores. O presidente Paulo Sérgio afirma que a categoria, que apoiou a candidatura de Ronaldo Caiado (DEM), está descontente com o governo.

“É estabelecido que o Estado pague até o dia 10 e ele não pagou, embora os trabalhadores tenham prestado o serviço e tenham contas a quitar”, explica. Segundo ele, ação judicial se respalda na exigência de um direito que não foi cumprido pela gestão atual.

“Na verdade nós reiteramos um pedido feito ainda em 2018, quando o governo começou a atrasar os pagamentos”, elucida. Para Paulo, aos servidores não interessa de quem é a culpa, o que lhes afeta é quem será o responsável por pagar.

“Queremos a lei cumprida, nenhuma instância tem direito de não pagar e sabemos que tem recursos financeiros”, afirma. Segundo ele, ainda não houve resposta do pedido de liminar, mas a categoria espera que seja feita justiça.

“Contamos com um diálogo com o governador que apoiamos na esperança de mudança, os policiais civis estão extremamente descontentes com essa situação, apreensivos com suas contas a pagar e o Estado não está considerando essa situação”, lamenta.

RRF

Paulo ainda criticou a possível entrada de Goiás no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do Governo Federal. Caiado tem dito às categorias que aguarda a conversa com a equipe de lá para dar um posicionamento sobre os salários.

“Mas esse regime significa que eles podem penalizar ainda mais o servidor público, congelar o aumento de salário por seis anos, evitar promoções, entre outras coisas”, sublinha.

Fonte: Jornal Opção




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.