Com fortes chuvas, bombeiros concentram buscas no rio Paraopeba

Com a forte chuva que atingiu a área da tragédia em Brumadinho (MG) na madrugada e que persiste na manhã desta segunda-feira (04), o Corpo de Bombeiros concentra as buscas por corpos no rio Paraopeba, em botes e a pé nas margens.

De acordo com a Folhapress, os militares foram retirados das chamadas áreas quentes, onde estima-se haver mais possibilidade de resgates, e parte deles foi realocada por terra para o local onde a lama encontrou o rio, a cerca de 10 km da barragem que rompeu no último dia 25. O uso de helicópteros foi suspenso.

Segundo o porta-voz dos Bombeiros, tenente Pedro Aihara, as chuvas facilitam a localização de corpos boiando, por exemplo, mas, no geral, atrapalham. Há risco de deslizamentos dos rejeitos, que nos últimos dias estavam ficando cada vez mais secos, o que impede o uso de máquinas pesadas e dificulta o avanço das equipes por terra.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.