Bilionário dos diamantes morre em cirurgia para aumentar o pênis

O coração do bilionário dos diamantes não suportou um procedimento para aumentar o tamanho do pênis

O bilionário mercador de diamantes Ehud Arye Laniado, 65 anos, morreu enquanto passava por uma cirurgia para aumentar o pênis, em uma clínica particular em Paris. O bilionário sofreu uma parada cardíaca quando um líquido foi injetado em seu membro, informou o DailyMail.

Belga de origem israelense, Laniado, 65 anos, era dono da Omega Diamonds, com sede na Antuérpia, Bélgica, começou a negociar diamantes aos 20 anos, na África. O corpo será enterrado em Israel.

Em 2015, Laniado vendeu, por meio de leilão na Sotheby’s, o diamante mais caro do mundo, conhecido como Lua Azul Josephine, por 48,4 milhões de dólares (cerca de R$ 182,5 milhões na época), comprado por um bilionário de Hong Kong.

Em 2013, ele e o sócio Sylvain Godberg foram investigados por evasão fiscal e pagaram multa de 160 milhões de euros (quase R$ 700 milhões). Estava sendo investigado novamente por sonegação fiscal na importação de pedras preciosas de Angola e Congo seria ouvido no dia 14 de março.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.