Baldy não aceita conciliação e segue com o processo contra Jorge Kajuru por 66 crimes

Baldy acusou o senador Jorge Kajuru de ter cometido 66 crimes contra sua honra.

O empresário goiano Alexandre Baldy, presidente do Progressistas (PP-GO) e atualmente secretário de transportes metropolitanos do Governo de São Paulo, divulgou uma espécie de nota resposta ao Jornal Diário da Manhã que havia lhe criticado por ter processado o senador Jorge Kajuru (PSB-GO) pela prática de 66 crimes contra sua honra.

Baldy diz que não desiste de processar Kajuru e nem aceita a conciliação proposta pelo juiz do caso. Alexandre Baldy fala de suas conquistas em favor do estado de Goiás enquanto deputado federal e ministro das cidades, quando trouxe obras e recursos para serem aplicadas em muitas áreas. Diz ainda que estes recursos continuam chegando ao estado como resultado do seu trabalho em Brasília.

O empresário mostrou também que jamais fica distante de Goiás onde tem indústria que emprega mais de 2 mil trabalhadores que assim tem garantia de um salário digno e comida na mesa. Baldy disse ainda que não pega bem uma pessoa, pública ou não, fazer acusações sobre o que não sabe, como fez Kajuru.

“É em respeito a minha trajetória e aos goianos que confiaram em meu trabalho que não aceito a audiência de conciliação proposta pelo juiz. Continuarei com o processo de danos morais contra Kajuru e reforço que o valor de R$ 50 mil de reparação será doado para instituições goianas de caridade”, disse.

Veja a nota reposta de Alexandre Baldy publicada no Diário da Manhã!




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.