Avião que pegou fogo foi atingido por raio

De acordo com a declaração do piloto, o avião foi atingido por um raio e perdeu a comunicação via rádio, entrando em modo de controle direto, o que significa que não é mais realizado por meio de um computador. A tripulação conseguiu restabelecer a comunicação por rádio através da frequência de emergência, mas foi curta e intermitente. “A velocidade era baixa [durante o pouso], normal, tudo de acordo com o manual operacional da tripulação”, informou Yevdokimov, adicionando que o incêndio começou depois do pouso, que teria ocasionado o surgimento das chamas. A comissária de bordo do SSJ100, Tatiana Kasatkina, confirmou que o avião foi atingido por um raio.

“Nós […] acabamos sendo apanhados nas nuvens, houve uma forte chuva — dava para ouvir um barulho a bordo. E naquele momento, aconteceu um estalo no lado esquerdo do avião”, contou Kasatkina, complementando que depois desse ocorrido, foi tomada a decisão de regressar ao aeroporto.

“Dava para ver quando o avião estava pegando fogo, eu vi que havia incêndio. O avião parou [no aeroporto]. Mas a chama em si não estava no avião. Os passageiros dizem que as janelas começaram a derreter quando ainda estávamos saindo da aeronave”, disse ela.

O representante oficial da Aeroflot, Maksim Fetisov, comunicou que o piloto do avião acidentado é experiente, escreveu mídia.A comissária de bordo do SSJ100, Tatiana Kasatkina, confirmou que o avião foi atingido por um raio.

“Nós […] acabamos sendo apanhados nas nuvens, houve uma forte chuva — dava para ouvir um barulho a bordo. E naquele momento, aconteceu um estalo no lado esquerdo do avião”, contou Kasatkina, complementando que depois desse ocorrido, foi tomada a decisão de regressar ao aeroporto.

“Dava para ver quando o avião estava pegando fogo, eu vi que havia incêndio. O avião parou [no aeroporto]. Mas a chama em si não estava no avião. Os passageiros dizem que as janelas começaram a derreter quando ainda estávamos saindo da aeronave”, disse ela.

O representante oficial da Aeroflot, Maksim Fetisov, comunicou que o piloto do avião acidentado é experiente, escreveu mídia.

Trinta e sete pessoas de setenta e oito passageiros que estavam a bordo do avião de passageiros Sukhoi Superjet-100 sobreviveram após acidente em Sheremetyevo, informou a porta-voz do Comitê de Investigação russo, Svetlana Petrenko no domingo.

“Conforme relatado anteriormente, havia 78 pessoas a bordo do avião realizando um voo de Moscou para Murmansk, incluindo membros da tripulação. De acordo com os dados atualizados, disponíveis para a investigação até agora, 37 pessoas sobreviveram”, disse Petrenko.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.