Assessoria desmente morte de Paulo Pagni, baterista do RPM

Horas depois da banda RPM anunciar a morte do baterista Paulo Antônio Pagni, nos perfis oficiais do grupo nas redes sociais, a informação foi desmentida na tarde deste domingo (2).

De acordo com o “G1”, a assessoria de imprensa da Showtime 19, responsável por agenciar o RPM, negou a morte do músico e afirmou que o mesmo segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Salto (SP).

A notícia da morte do artista foi confirmada através de um comunicado oficial publicado nas redes sociais e assinado pelos atuais integrantes do grupo: Fernando Deluqui, Luiz Schiavon e Dioy Pallone.

“Infelizmente temos a tristeza de anunciar o falecimento do nosso querido e eterno baterista, Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A. Nosso irmão partiu poucos momentos atrás, mas seu legado será eternamente lembrado. Pedimos a compreensão de todos nesse momento de dor e boas vibrações para que sua passagem seja em paz e com muita luz“, dizia a nota, posteriormente retirada do ar, após o falecimento ser desmentido.

Pagni, que completou 61 anos neste sábado (1º), deu entrada na unidade de saúde com diagnóstico de fibrose pulmonar, doença respiratória crônica e progressiva caracterizada pela formação de excessivo tecido conectivo (fibrose), engrossando as paredes dos tecidos pulmonares.

Fonte: RD1



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.