Afastado, Paulo Henrique Amorim pode deixar a Record antes de 2021

Paulo Henrique Amorim, afastado do comando do “Domingo Espetacular” nas últimas semanas após um suposto envolvimento do governo de Jair Bolsonaro na decisão da Record, pode não continuar na Barra Funda até o fim do seu contrato, em 2021.

No departamento de Jornalismo da Record existem sérias discussões sobre o futuro de Paulo Henrique. Nos bastidores, ninguém colocou fé sobre a permanência de Amorim na emissora até o fim do seu contrato.

Há quem aposte que o jornalista e a Record entraram em um acordo para a rescisão do contratual. Desde o último domingo (30), o “Domingo Espetacular” passou para as mãos de Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro, substituto de Paulo Henrique Amorim. As informações são do jornalista Flávio Ricco, do UOL.

O canal afastou o contratado oficialmente na segunda-feira (24), em comunicado enviado à imprensa. Na nota, a emissora afirmou que o afastamento entrou na reformulação proposta para o jornalismo.

Paulo Henrique Amorim entrou na emissora em 2003 e passou pelo telejornal “Jornal da Record 2ª Edição” e pelo jornalístico “Tudo a Ver” antes de substituir Celso Freitas no “Domingo Espetacular”, em 2006.

Fonte: RD1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.