Adson Batista minimiza derrota por três gols de diferença: “Contra o Santos não pode errar”

O Atlético-GO se despediu da Copa do Brasil perdendo para o Santos por 3 a 0. O Dragão chegou a empolgar a torcida com a vitória sobre o Peixe no primeiro jogo da terceira fase na semana passada no Antônio Accioly, porém, não resistiu na casa do adversário em jogo disputado na última quinta-feira.

Mesmo perdendo por três gols de diferença, o presidente do Atlético-GO, Adson Batista, acredita que a desclassificação não aconteceu por causa de uma atuação desastrosa. O dirigente reforçou que contra o time da Baixada Santista os erros devem ser mínimos.

– Quem não viu o jogo acha que fomos atropelados, mas o que aconteceu é que nossa bola não entrou. Faltou uns dois ou três jogadores estarem melhores também. Contra o Santos não pode errar – disse o presidente à Rádio CBN.

Responsável por grandes defesas na partida, o goleiro Kozlinski foi alvo de elogios de Adson Batista. Ele acredita que o jogador foi responsável por assegurar que o Dragão não sofresse um placar mais elástico.

– Kozlinski foi o melhor disparado. Pegou muito. É um grande goleiro. Se não fosse ele, poderíamos ter sofrido uma goleada histórica – explicou.

O Atlético-GO tem pouco tempo para digerir a derrota. A equipe encara o Goiás pela final do Campeonato Goiano. O primeiro jogo da decisão será neste domingo, às 16h, no Estádio Olímpico.

Fonte: Globo Esporte



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.