4,3 mil petistas perdem boquinha no governo em dia de ato de Lula e do PT contra Temer

No mesmo dia que Lula e o PT convocaram ato contra o presidente interino Michel Temer, na sexta-feira (10), o Governo anunciou o corte de 4.307 cargos comissionados ocupados por petistas na administração pública.

Nesta data, o governo publicou uma edição extra do Diário Oficial da União com a publicação do Decreto n°8.785, de 10 de junho de 2016, que formaliza o corte dos militantes do PT pendurados na administração pública federal. A medida foi anunciada na manhã de ontem pelo ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, em coletiva à imprensa.

Com a medida, o governo irá economizar R$ 230 milhões por ano com a extinção das mamatas. A reestruturação deve ocorrer nos próximos 30 dias. O decreto detalha quantos cargos serão extintos em cada uma das pastas. Em termos de cargos comissionados, o Ministério da Justiça e Cidadania será o principal alvo dos cortes, com 214 postos a menos, sendo que 10 deles correspondem a secretarias.

A medida, segundo ele, visa a diminuir a quantidade de cargos de livre provimento (ocupáveis por indicados políticos) e aumentar a profissionalização da administração pública.

Fonte: Imprensa Viva




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.